CGE RJ assina acordo de cooperação com Disque Denúncia

A Controladoria Geral do Estado (CGE RJ) assinou, nesta terça-feira (11/6),
um acordo de cooperação com o Disque Denúncia. O documento vai oficializar a parceria das duas instituições  no projeto Disque Rio Contra a
Corrupção, serviço telefônico da controladoria para receber denúncias de irregularidades envolvendo agentes públicos estaduais.

Com a assinatura, o Disque Denúncia passa a encaminhar para a CGE RJ
informações sobre eventuais atos que prejudiquem os cofres do Estado.

– Essa cooperação vai ser muito importante. Construir um Rio de Janeiro
mais íntegro é uma missão que requer empenho da CGE-RJ, mas também apoio de parceiros, como o Disque Denúncia – ressaltou o controlador-geral do Estado, Bernardo Barbosa.

Segundo o coordenador do Disque Denúncia, Zeca Borges, o maior beneficiado com a parceria entre os dois órgãos será o cidadão fluminense.

– Já recebemos denúncias sobre desvios de conduta de agentes do Estado, que podem interessar à controladoria, assim como eles também têm informações que podem dar mais efetividade ao nosso trabalho – explicou  Zeca Borges.

O Disque Denúncia, junto com a Polícia Militar, foi um importante parceiro
para a implantação do Disque Rio Contra a Corrupção, atuando no treinamento dos atendentes e na implantação do protocolo de atendimento. Desde a sua inauguração, no dia 9 de abril, o serviço já recebeu 340 ligações, sendo que 50 apontaram indícios de corrupção e serão encaminhadas para os órgãos responsáveis.

– O acordo entre o Disque Denúncia e a CGE RJ vai fortalecer a proposta do
Disque Rio Contra a Corrupção, que é dar ao cidadão a oportunidade de
contribuir com o Estado no combate à corrupção – destacou Magno Tarcísio de Sá, ouvidor-geral do Estado.

A assinatura do acordo faz parte dos eventos da I Semana de Controle
Interno e Combate à Corrupção, promovida pela CGE RJ entre os dias 10 e 14 de junho, para comemorar seu primeiro aniversário. O órgão, criado no dia 15 de junho de 2018, é responsável por combater a corrupção, aumentar a transparência e colaborar para o aprimoramento da gestão do Estado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*