Coordenadoria da Diversidade Sexual do Rio faz apelo por informações sobre militante trans desaparecida

A família da estudante de jornalismo Bárbara Aires não tem informações sobre o paradeiro dela desde desta segunda-feira
A estudante de jornalismo e militante da causa trans Bárbara Aires  está desaparecida desde às 15h desta segunda-feira (21). O marido de Bárbara, Patrick, e o advogado do PSOL, partido pelo qual ela se candidatou à deputada estadual em 2018, já foram até a delegacia fazer um boletim de ocorrência.
O coordenador da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio, Nélio Georgini faz um apelo por informações sobre o paradeiro de Bárbara.
“ Tememos pela vida dela, que tenha sofrido transfobia, alguma violência física por intolerância “ destaca o Coordenador Especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio, Nélio Georgini.
“Foi criada uma corrente nas redes sociais, entre os militantes LGBTs, a  família e a polícia para encontrar o paradeiro da Bárbara Aires. Ele é uma muito conhecida no meio artístico e político, além de muito querida pelos grupos LGBTs”, conclui Georgini.
Indianara Siqueira, líder da Casa Nem, espaço que acolhe pessoas transexuais e travestis em situação de rua procurou a CEDS Rio para pedir ajuda e também disponibilizou um telefone de contato para informações : Qualquer informação ligar ou enviar mensagem para CasaNem no WhatsApp ( 21) 991282569. Ou ainda pelo telefone da Prefeitura do Rio 1746.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*