Estádio das Laranjeiras recebe final da Copa dos Refugiados e Imigrantes 2019 neste sábado, 21

Organizada pela ONG África do Coração, evento tem apoio de agências da ONU, Sesc RJ, Fluminense e da prefeitura do Rio. Sesc RJ e parceiros levam ações de saúde, Lazer e Assistência durante a competição

RIO DE JANEIRO – Angola, Chile, Guiné Bissau e Venezuela chegam à final da Copa dos Refugiados e Imigrantes 2019. As partidas ocorrem no próximo sábado, 21 de setembro, a partir das 13h, no Estádio das Laranjeiras (Fluminense Football Club). A entrada será gratuita e haverá arrecadação de 1kg de alimento não perecível para o Mesa Brasil. O tema da competição este ano é “Reserve um minuto para ouvir uma pessoa que deixou o seu país”. Desde 2018, conta com o apoio do Sesc.

Além da partida entre as quatro seleções, o Sesc RJ reitera o compromisso social, educacional e esportivo com a população levando para o evento atividades culturais, recreação e ações de assistência a locais onde a população se encontra. Desta vez, o Clube das Laranjeiras receberá oficinas e outras atividades para o público. Das 9h às 16h, entre as ações, haverá Oficina de Caligrafia árabe; Oficina de pintura Venezuelana; Oficina Tatuagem de Henna; Oficina Tranças Africanas e Oficina Turbantes Africanos. Quem passar pelo local, poderá curtir também atividades como Pintura Facial, Bola Mania e apresentação de Freestyle. Da área de saúde, serão realizadas Orientações sobre prevenção de doenças e o Saúde em Três Tempos (metodologia da equipe de educação em saúde do Sesc RJ).

A participação do Sesc se dará de forma conjunta entre as Gerências de Assistência, de Lazer e de Saúde. A Assistência trabalhará via linha de atuação Sesc+Povos e Nações, projeto do Sesc RJ que visa atuar para melhorar a qualidade de vida de pessoas refugiadas e migrantes no Brasil através do acesso as programações, da construção de planos de desenvolvimentos sociais e comunitários e da formação de grupos. A Saúde tem desenvolvido metodologia de atuação em educação em Saúde e trabalhado em parceria com a assistência através, por exemplo, do Saúde em Três Tempos. O Lazer detém a metodologia do esporte como ferramenta de integração e participação.

A Copa surgiu como uma iniciativa da organização não governamental (ONG) África do Coração, com o apoio da Agência das Nações Unidas para Refugiados (Acnur). Ao todo, a competição envolve aproximadamente 1.120 atletas de 39 nacionalidades, reunindo pessoas em situação de refúgio e migrantes. As disputas regionais acontecerão ainda no Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Brasília e Curitiba.

A Copa dos Refugiados é um projeto construído em parceria com a ONG África do Coração, a Prefeitura do Rio de Janeiro e a ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados). O evento não é somente jogo pelo jogo, mas é um projeto com diversas atividades que promovem a integração e inclusão social dos refugiados. Em cada edição a copa tem um tema para divulgar com o intuito de romper o preconceito e quebrar barreiras culturais provocando a inclusão social dos refugiados no Brasil.

SERVIÇO
Copa dos Refugiados e Imigrantes 2019
Estádio das Laranjeiras
Sábado, 21 de setembro
Partida às 13h
Ações sociais das 9h às 16h

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*