Favelas da Baixada Fluminense e da Zona Oeste são as finalistas da Taça das Favelas Rio 2019

Foto Gil Cunha/CUFA

Corte Oito, de Duque de Caxias, e Curral das Éguas, de Realengo, fazem a
final feminina. Gogó da Ema, de Belford Roxo, e Patativas, de Campo Grande,
decidem o título masculino

No último sábado, dia 15 de junho, a Taça das Favelas Rio 2019 definiu os
seus finalistas, com jogos emocionantes, tanto no feminino quanto no
masculino. A edição de 2019 do maior campeonato de futebol entre favelas do
mundo se despediu do Campo do Realengo em grande estilo.

Com os resultados das semifinais, as grandes finais do torneio organizado
pela Central Única das Favelas (CUFA) e produzido pela InFavela serão entre
equipes da Baixada Fluminense e da Zona Oeste. O Corte Oito, de Duque de
Caxias, pega o Curral das Éguas, de Realengo, no feminino, e o Gogó da Ema,
de Belford Roxo, disputa o título com o Patativas de Campo Grande, no
masculino. As duas partidas serão realizadas no dia 20 de julho.

Na primeira partida do dia, as meninas do Corte Oito atingiram a incrível
marca de quatro finais de Taça das Favelas consecutivas, ao vencerem o Acari
por 3 a 2. Elas saíram perdendo, mas Marcele, que fazia a sua estreia em
jogos do maior campeonato de futebol entre favelas do mundo, marcou dois
gols e virou o jogo. O Corte Oito ainda ampliou com Yngrid, e Milena diminui
para o Acari dando números finais à partida.

“Muito emocionante fazer dois gols no meu primeiro jogo na Taça. Agora
estamos na final, e vamos buscar esse título” projetou Marcele, atacante do
Corte Oito.

Depois foi a vez de Gogó da Ema e Engenho Velho de Itaboraí entrarem no
Campo do Realengo, para fazerem a primeira semifinal masculina da Taça das
Favelas 2019. Empurrado pela grande torcida, a favela de Belford Roxo fez 3
a 1 na de Itaboraí, com gols de Ronald, Gabriel e Matheus. Juan fez o gol do
Engenho Velho.

“Eu procuro treinar pra sempre melhorar. Sem meus companheiros, não
conseguiria chegar a lugar nenhum. Essa classificação é de todos”, comemorou
Ronald, meia do Gogó da Ema e destaque da partida.

Curral das Éguas e Jardim do Bom Retiro entraram em campo, logo em seguida,
para decidirem qual seria a adversária do Corte Oito, na final feminina.
Melhor para o Curral, favela de melhor campanha no campeonato, que venceu
por 3 a 2, com dois gols da destaque Adriana, que assumiu a artilharia do
torneio feminino da Taça das Favelas.

“Meu coração está explodindo de alegria. Fomos pra final e estou na
artilharia da Taça. Agora queremos o título. Quero agradece à Yasmin, que é
batedora oficial e me deixou bater o pênalti” falou Adriana, atacante de
Curral das Éguas. Mostrando gratidão à outra autora do gol de sua equipe.
Raiane e Edilene marcaram para o Bom Retiro.

Encerrando o dia de semifinais da Taça das Favelas Rio, os garotos do Vilar
Carioca e Patativas fizeram o clássico de Campo Grande, em um jogo muito
pegado. O Vilar havia eliminado duas favoritas ao título, Vila Aliança e
Jardim Bangu, mas dessa vez não foi páreo para o adversário vizinho, que
venceu por 1 a 0, gol de Diogo de pênalti.

“É hora de agradecer e se preparar para essa final. O professor nos cobra
muito, mas vale a pena. Agora é a hora da final, e vamos pra ganhar”,
festejou Diogo, do Patativas, já pensando no dia 20 de julho.

A Taça das Favelas Rio 2019 tem patrocínio do PicPay e da Friboi, apoio de
Box Mineiro, Euro Sports, Vai Voando, Comunidade Door, Doctare, Globo,
Sportv, Mycujoo e Placar Esportivo.

Confira os resultados das semifinais da Taça das Favelas Rio:

Corte Oito 3×2 Complexo do Acari – Feminino

Gogó da Ema 3×1 Engenho Velho de Itaboraí – Masculino
Curral das Éguas 3×2 Jardim Bom Retiro – Feminino
Vilar Carioca 0x1 Patativas de Campo Grande – Masculino

Finais (20 de julho):

Corte Oito x Curral das Éguas – Feminino
Gogó da Ema x Patativas de Campo Grande – Masculino

Gil Cunha/CUFA

Iris Cristina/CUFA

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*