Hoje, no Dia da Cachaça, desvende como produzir e degustar a bebida mais típica do Brasil

Água Doce Sabores do Brasil

Especialista em cachaça, Delfino Golfeto explica como é feita a produção
artesanal e quais fatores devem ser observados na degustação da bebida
Tema é abordado em web-série da Água Doce, veiculada em suas redes sociais

São Paulo (SP), setembro de 2019 – Hoje, dia 13 de setembro, é comemorado o
Dia Nacional da Cachaça. A data foi criada pelo Instituto Brasileiro da
Cachaça (Ibrac), em 2009. Pegando carona na celebração, a Água Doce Sabores
do Brasil decidiu produzir uma web-série com um guia que traz preciosas
informações sobre como plantar a cana-de-açúcar, produzir a cachaça
artesanalmente e, principalmente, como degustar a mais típica das bebidas
brasileiras. Com quatro capítulos, a websérie está disponível redes sociais
da rede de franquias e conta com dicas e recomendações concedidas por Delfino
Golfeto, empreendedor, fundador do Grupo Água Doce – Sabores do Brasil e
especialista que trabalha com cachaça há mais de 30 anos.

Tudo começa na roça, já que uma cachaça de qualidade depende do bom preparo
do solo, rico e bem cuidado. Além disso, a fermentação precisa ser perfeita e
a destilação deve ser realizada com muita atenção, principalmente com base
no teor alcóolico. Segundo Delfino, a cana deve ser colhida no momento certo,
quando a quantidade de açúcar atinge seu ponto máximo de maturação. “Na produção
da cachaça artesanal tudo tem que ser feito com muito carinho, de pouco em
pouco, por isso é importante que o transporte também seja feito em pequenas
quantidades”, revela.

A próxima etapa é a fermentação, processo que transforma o açúcar da cana
em álcool. É neste momento que definimos a qualidade da cachaça. Em seguida,
chega o momento de efetuar a destilação. O resultado é uma bebida límpida,
cristalina e incolor, ou seja, a famosa branquinha!
“Nesse momento, você já pode bebê-la, mas as branquinhas podem ser
descansadas em barris de madeira neutra. Ou, se preferir, você pode também
envelhecer a cachaça, em barris de madeiras nobres, tornando-a aromática e
colorida”, revela o fundador da Água Doce. Enfim pronta, chegou a hora da
degustação.

Para isso, basta colocar a cachaça em um copo. Primeiro, sinta o aroma dela, dessa forma é possível
identificar se ela é de boa qualidade, já que se agredir seu nariz, trata-se
de uma cachaça muito ácida, e isso não é bom sinal. Outros fatores a serem
avaliados são a presença de bolhas, transparência, oleosidade e
frutosidade.
Você pode assistir aos vídeos do guia completo no Facebook da Água Doce
Sabores do Brasil:
Episódio 1: www.facebook.com/AguaDoceOficial/videos/1821219431301008/
Episódio 2: www.facebook.com/AguaDoceOficial/videos/267941197032967/
Episódio 3: www.facebook.com/AguaDoceOficial/videos/454474388394074/
Episódio 4: www.facebook.com/AguaDoceOficial/videos/1978328165801561/
Para saborear uma boa cachaça, a Água Doce Sabores do Brasil conta com o
cardápio mais completo do País, com mais de 100 rótulos que podem ser
degustadas nas unidades da rede.

Para celebrar a data em grande estilo

Desde as raízes há quase 30 anos, a Água Doce tem dedicado um carinho
especial à bebida genuinamente brasileira. Como parte das festividades, a rede
promove um concurso que premiará um cliente com uma garrafa de Havana, uma das
cachaças mais caras do mundo. Para participar, basta os clientes tirarem uma
foto em um dos restaurantes da Água Doce, com uma
combinação entre cachaça e algum prato ou porção. Em seguida, é preciso
postar a imagem no Instagram com a hashtag #CombinaComCachaça. O grande
vencedor será o consumidor que efetuar a harmonização mais criativa. Vale
ressaltar que o Instagram precisa estar em modo público para que a foto possa
concorrer e que é proibida a participação de menores de 18 anos.

Sobre a Água Doce:

Os restaurantes da Água Doce são destino para famílias e grupos de amigos que
buscam fazer de almoços, jantares, happy hours e confraternizações variadas
um momento especial de entretenimento. O cardápio é extenso, repleto de
delícias da culinária brasileira servidas em fartas porções e pratos. Além
do extenso
menu de cachaças e drinques, a casa é reconhecida pelo melhor escondidinho do
País, presente nas versões tradicional (carne de sol), camarão, frango e
bacalhau. Explorando o conceito rústico, os restaurantes proporcionam espaço
aconchegante aos clientes, com música ao vivo e espaço kids, mais conhecido
como Doce Cantinho. Atualmente, são 75 unidades em nove estados. Além do
conceito de restaurante completo, a rede lançou
duas marcas com modelos mais enxutos voltados para shopping centers, centros
empresariais, supermercados e locais com alta movimentação de pessoas: Água
Doce Express e Rei do Escondidinho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*