Nota de Repúdio às declarações do presidente sobre a exoneração do superintendente da PF-RJ

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira, durante uma entrevista coletiva, que irá substituir osuperintendente da Polícia Federal(PF) no Rio de Janeiro , Ricardo Saadi , por problemas de “gestão e produtividade”. Bolsonaro não entrou em mais detalhes sobre o motivo da troca nem sobre quando ela será concretizada. O presidente mencionou a decisão quando foi perguntado sobre possíveis mudanças na Receita Federal.

NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato dos Delegados de Polícia Federal no Estado de São Paulo (SINDPF-SP) manifesta seu repúdio às declarações dadas pelo presidente da República acerca da exoneração do superintendente regional da Polícia Federal no Rio de Janeiro. Evocando um “sentimento” e alegando motivo de “produtividade”, Bolsonaro anunciou sua decisão durante entrevista a jornalistas no Palácio da Alvorada, em Brasília.

A escolha de superintendentes compete ao Diretor-Geral da Polícia Federal e a fala do presidente, mais que desrespeitosa, atenta contra a autonomia da Polícia Federal.

A PF é uma instituição de Estado e deve ter autonomia para se manter independente e livre de quaisquer ingerências políticas. Por isso é tão urgente que se aprove a PEC 412, que tramita há 10 anos no Congresso Nacional para garantir a autonomia da instituição.

 

SINDICATO DOS DELEGADOS DE POLÍCIA DO ESTADO DE SÂO PAULO – SINDPF SP

 

Imagens relacionadas

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*