Secretaria de Fazenda realiza Operação Profito III nos setores de automóveis e bebidas

Empresas fiscalizadas deixaram de pagar pelo menos R$ 700 milhões em
impostos*

A Operação Profito III, realizada nesta sexta-feira (26/07) pela Secretaria
de Estado de Fazenda do Rio (Sefaz-RJ), fiscalizou oito empresas dos
setores de bebidas e automóveis localizadas no interior do estado. Esses
contribuintes são beneficiados pelo Fundo de Desenvolvimento Econômico e
Social (Fundes). A estimativa é de que os estabelecimentos tenham deixado
de recolher pelo menos R$ 700 milhões de ICMS desde 2014.

O Fundes foi criado para fomentar o desenvolvimento do estado e permite que
as empresas favorecidas paguem menos ICMS. Os contribuintes alvos da
operação, no entanto, calcularam de maneira incorreta o benefício e
acabaram pagando um valor de imposto ainda menor do que o previsto nos
respectivos contratos. Os auditores fiscais da Receita Estadual entregaram
notificações dando 30 dias para a regularização. Caso isso não aconteça no
prazo estipulado, as empresas serão autuadas.

– Cada empresa tem um contrato específico de adesão ao Fundes, mas
detectamos que esses contribuintes fiscalizados na Operação Profito III
estão calculando de forma errada as compensações previstas nesses contratos
e pagando menos ICMS do que o acordado quando eles aderiram ao benefício
-afirmou o superintendente de Fiscalização da Sefaz-RJ, Rodrigo Aguieiras.

A Profito III é a 29ª operação de combate à sonegação fiscal e
fortalecimento da arrecadação realizada este ano pela Sefaz-RJ. O trabalho
também tem um forte caráter educativo, já que muitas empresas têm procurado
a Fazenda voluntariamente para pagar os impostos em atraso.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*