Sepol realiza ação conjunta para prender acusados de extorsão na Baixada Fluminense

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), por meio da 64ª DP (São João de Meriti), em ação conjunta com o Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público, realiza na manhã desta segunda-feira (17/06) a Operação Sequestro S.A. em três municípios da Baixada Fluminense. A ação visa cumprir dois mandados de prisão contra dois policiais militares e um de busca e apreensão contra um terceiro investigado.

As investigações apontaram que o trio praticava extorsão mediante sequestro de empresários, comerciantes e até de traficantes na Baixada Fluminense. Após sequestrar as vítimas, eles realizavam saques e compras utilizando os cartões bancários delas e exigiam uma determinada quantia para libertá-las.

No dia 16 de maio desse ano, o grupo sequestrou uma vítima que foi mantida em cárcere privado até o recebimento do resgate no valor de R$15 mil, jóias e compras utilizando o cartão bancário dela. O caso foi registrado na 64ª DP que com base ações em inteligência identificou o trio como autores do crime. Após a libertação da vítima, o grupo passou a ameaçar os familiares para que não informassem na delegacia a verdade sobre os fatos.

Ainda de acordo com o apurado, o grupo estaria envolvido em diversos outros sequestros a empresários e traficantes, libertando as vítimas após o resgate. Os presos vão responder pelos crimes de organização criminosa e extorsão mediante sequestro.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*